Conversão de Sistemas de Abastecimento GLP x GN

A conversão de sistemas de abastecimento GN x GLP consiste em verificar se o dimensionamento da rede existente é adequado à utilização do gás combustível substituto, conforme Seção 6. Caso não seja adequado, é providenciado a reconfiguração da rede de distribuição interna. Após todo este processo é realizado a verificação da construção e montagem da rede para ver se são adequadas à utilização do gás combustível substituto, conforme seção 7. Caso negativo, são providenciadas as adequações necessárias (por exemplo, integridade de tubulação e existência de equipamentos de segurança adequados).

É efetuada a verificação da instalação dos aparelhos a gás conforme ABNT NBR 13103. No caso de os requisitos previstos não serem atendidos, são providenciadas as adequações necessárias.

Continuando com o processo de conversão, são verificados os materiais, equipamentos e dispositivos instalados para ver se todos estão conforme estabelecido na Seção 5. Caso não estejam, são providenciadas as alterações necessárias (por exemplo, regulagem dos dispositivos de segurança ou instalação desses dispositivos quando não existirem).

Ao final é realizada a drenagem do gás combustível a ser substituído (descomissionamento da rede), conforme 9.1. Continuada pela realização da segunda etapa do ensaio de estanqueidade da rede de distribuição interna, conforme 8.1, e com a máxima pressão prevista para operar com o gás substituto.

NOTA É admitida a possibilidade de realização do ensaio de estanqueidade utilizando-se gás combustível a ser substituído, desde que a máxima pressão prevista para operar com o gás substituto seja igual ou inferior à pressão de operação com o gás a ser substituído. É feita a admissão do gás combustível substituto, conforme 8.3. E realizada a conversão e regulagem dos aparelhos a gás ou a substituição daqueles que não admitirem conversão para o gás substituto.

As verificações e atividades na conversão de rede podem envolver uma ou mais das seguintes alternativas complementares:

  • Avaliação de documentação técnica da rede de distribuição interna existente;
  • Inspeção da rede de distribuição interna (ver 4.3);
  • Realização de ensaios complementares;
  • Análise das condições e histórico de operação da rede de distribuição interna existente.

Condições específicas da rede de distribuição interna podem ser adotadas, desde que investigadas e/ou testadas para determinar se são seguras e aplicáveis aos propósitos aqui estabelecidos e, adicionalmente, devem ser aprovadas pela autoridade competente local.

E n t r e  em  C o n t a t o

Venha ser um de nossos parceiros!

Preencha o formulário, entre em contato conosco e tire suas dúvidas

Preencha o formulário e tire suas dúvidas

+5ANOS

EXPERIÊNCIA

+500CLIENTES

NOS ÚLTIMOS 2 ANOS

+30MIL

APTOS ENTREGUES

+100QUILÔMETROS

DE TUBULAÇÃO INSTALADA

+30MIL

TESTE REALIZADOS